Direitos das pessoas em contexto de doença avançada e em fim de vida

Os Direitos das pessoas em contexto de doença avançada e em fim de vida constam, desde hoje, expressamente da lei.

Melhor dizendo, eles existem há muito e estão agora expressamente consagrados na Lei 31/2018 .

Gostaria de poder dizer que me sinto feliz com este "avanço" mas, na verdade, o único sentimento que me invade é o do receio que este não passe de mais um lindo documento que, à semelhança de muitos outros, estará engavetado e na prática continue tudo na mesma.

Creio que caberá também à sociedade civil (cada um de nós,  portanto) não se conformar com palavras bonitas e defender condições para que esses direitos sejam efectivamente respeitados.

E aqui, honra seja feita ao grupo parlamentar do BE que, pelo menos, acusa e agradece os emails recebidos. Dos outros não posso dizer o mesmo. E tenho pena.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Para a Luísa

Até ao céu

3 professores em 4 anos!