quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Atarefada



Há cerca de 3 anos andava atarefada com os preparativos do casório. Como o tempo voa.

Música no Coração dia 29 de Outubro

Segundo ouvi ontem na rádio, dia 29 de Outubro haverá um episódio especial da Oprah Winfrey. Por ocasião dos 45 anos do filme Música no Coração, a apresentadora vai reunir os actores num programa a que eu gostava muito de assistir.

Fica aqui a dica para quem, como quem, é fã do filme.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Carraça



Diz a minha mãe que a piolha passa o dia a chamar a mamã e quando estou em casa parece uma carraça, agarrada às minhas pernas,

O que gosto desta chata.

Tudo OK

Hoje foi dia de consulta de onco-hematologia. Tal como suspeitava, está tudo ok. Agora volto em Outubro para consulta de dermatologia e em Janeiro para nova consulta de onco.

domingo, 26 de setembro de 2010

Sem palavras

Sem palavras é como me sinto hoje.

Vivi um momento tão profundo e intenso esta tarde que jamais conseguirei transmiti-lo verbalmente.

Em todo caso aqui vai.

Hoje realizou-se uma Eucaristia de Acção de Graças pela minha recuperação, dinamizada pelos meus Amigos, de todas as horas, do Adoramus Te.

Uns dias antes a Joaninha (que hoje me fez chorar,de alegria) tinha-me perguntado se me importava de dar o meu testemunho e assim fiz.

Acho que a história da minha vida, desde Dezembro de 2008, não pode ter sido em vão e acredito que pode dar força a algumas pessoas (tal como me têm dado força outras histórias de vida).

Fiz das tripas coração para me controlar e lá partilhei a minha experiência da forma mais directa e menos lamechas que consegui. Claro que a emoção fez com que esquecesse de referir alguns pontos importantes, mas creio que o essencial foi dito.

Acreditando que Deus é o Alfa e o Omega, a Ele agradeci todos aqueles que colocou na minha vida e me ajudaram a ultrapassar os momentos maus.

Não nomeei ninguém, pois corria o risco de me esquecer de algumas pessoas (a emoção tolda-me o raciocínio frequentemente) e as amigas guerreiras dos blogs não foram esquecidas, tendo estado mesmo representadas pela Cinda e uma Amiga (creio que é a Margarida, peço desculpa mas não perguntei o nome), cuja presença me deixou muito feliz.

Mas os meus queridos Amigos tinham uma grande surpresa para mim e fizeram uma revelação que fez desentupir os meus canais lacrimais, até ai tão bem comportados.

Fiquei a saber que a corrente de oração que fizeram, pedindo pela minha cura, foi muito além de Aveiro, tendo chegado a Fátima e até ao Vaticano.

Não contentes, ainda leram um texto que escrevi na fase da quimio e passaram um powerpoint com fotos minhas e uma dedicatória do grupo.

Depois disto, que dizer? Não se faz a uma mulher grávida. Quase me mataram de emoção.

Um agradecimento àqueles que aceitaram o meu convite, para além da Cinda e da Margarida, que já referi, estiveram comigo os queridíssimos padrinhos Dina e Rui. A Dadinha, Catarina e afilhada Rita, com a tia Lurdes que me deu uma linda flor. A Filipa e o seu enorme coração de manteiga, mostrando ter conseguido perdoar a "maldade" que lhe fiz na semana passada. Os meus amados pai, marido e avó.

Em resumo, hoje tal como sempre, senti-me muito amada.

Obrigada a todos

sábado, 25 de setembro de 2010

SORRISO

A 5.ª feira não me podia ter corrido melhor. Tive consulta de obstetrícia e está tudo bem. O rastrieio bioquímico deu negativo pelo que não terei de fazer a amniocentese.

Como de não bastasse esta excelente notícia, recebi outra (maravilhosa)que me deixou com um sorriso até agora.

Não vou revelá-la, pois não é minha. Mas é tão boa, tão boa que entedi, de alguma forma, partilhá-la aqui.

É mais uma história de vida (agora vidas, eh,eh), força e coragem que o mundo devia conhecer. É daqueles exemplos que dá força a qualquer um.

Não me podendo alongar mais, aqui ficam os PARABÉNS GAJA (S), como me disseste há 2 meses "fiquei burra, mas muito feliz, com a notícia ...."

Ainda vamos escrever um livro juntas, somos um fenómeno do Entroncamento :)))

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Isto é Simplex

Passados 3 (três) meses, pude finalmente levantar o meu Cartão de Cidadão.

Tinha sido avisada que o cartão tinha ficado retido no Ministério da Saúde, razão pela qual o seu envio estava a demorar mais do que o normal. Passados alguns dias recebi a carta PIN para levantar o cartão só que, ao fazê-lo, constatei que o número do Serviço Nacional de Saúde dele constante não coincidia com o meu.

Resultado, o cartão ficou lá e os serviços foram contactando o Ministério da Saúde para tentar saber o que se passava.

Todos pensámos tratar-se de um lapso até que, surpresa das surpresas, chegou a ansiada resposta. O Ministério da Saúde resolveu atribuir-me outro número e anulou o que tinha anteriormente. Contudo, e o pormenor é importante apesar de não perceber o que significa, o número antigo continua adstrito à minha pessoa.

Fantástico. 3 meses para esta resposta e a conclusão que, apesar de todas as tecnologias, a informação não circula entre os serviços públicos.

Pelo menos está explicada (espero eu) a razão pela qual as administrativas do Hospital me dizem sempre que o sistema informático não consegue ler o meu número.

Amanhã tenho consulta de obstetrícia e já vou testar o sistema com o número novo.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Feliz

Há dias, estava eu a rezingar já não sei porquê, diz-me o maridão "não digas isso, que nunca foste feliz como és agora".

E não é que tem razão?

Como diria a minha avózinha à minha prima, falando sobre mim "está tão bem, que nem parece que está grávida".

Corrijo, estou tão bem, porque estou grávida.

Em resumo, estou feliz.

Tranquilidade

Tranquilidade, muita tranquilidade é o que desejo ao Paulo Bento e à nossa selecção.

Espero que a novela mexicana de 5.ª categoria tenha, finalmente, chegado ao fim e que encontremos o rumo em direcção ao apuramento.

Aos nossos dirigentes federativos só peço que refreiem a sua imaginação delirante e se deixem de invenções.

O Salvador da Pátria já está identificado há uns séculos e chama-se Sebastião. Get it?

sábado, 18 de setembro de 2010

EUCARISTIA DE ACÇÃO DE GRAÇAS - CONVITE

Hoje quero fazer um convite a todos quantos por aqui passam, independentemente do Credo que professam

No dia 26 de Setembro, domingo, pelas 18h30 vai realizar-se na Igreja do Carmo (Aveiro) uma Eucaristia de Acção de Graças dinamizada pelo Grupo de Jovens a que pertenço - Adoramus Te.

Cumprindo um desejo que manifestei durante a fase da quimio, vamos fazer uma grande festa para agradecer a Deus a Vida, a Saúde, a Família. Não deixaremos de ter presentes todos aqueles que se encontram a lutar pela vida.

Gostava muito de poder contar com a vossa presença, família e amigos físicos e virtuais.

Para quem não conhece, aqui ficam as indicações. A Igreja do Carmo (Aveiro) fica ao lado do edifício da Segurança Social, tendo uma entrada também na Rua da GNR.

Apareçam.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Muitos anos de vida

Muitos anos de vida, é o que te desejo minha querida avó.

Ontem dei-te os parabéns pessoalmente, mas não podia deixar de os dar aqui, publicamente.

Por tudo o que foste, és e serás na minha vida, todo o meu Amor, toda a minha Admiração.

Já o disse e repito, só anseio chegar um dia aos teus calcanhares.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Telefonei só para dar os Parabéns Tia Du




Espero que tenhas tido um grande dia e não te esqueças da ginástica sueca. Com o avançar da idade convém adoptar hábitos de vida saudáveis e asseados, ih,ih,ih

Tua amantíssima sobrinha Maria Leonor

domingo, 12 de setembro de 2010

360 graus

Hoje lembrei-me de ir ver em que dia tinha iniciado este blog. Sabia que tinha sido em Setembro, mas não me lembrava do dia.

Foi no dia 10 de Setembro de 2009 que resolvi aventurar-me na blogosfera, com o objectivo de ir partilhando a minha história de luta contra o cancro e, claro, receber alento de quem por aqui fosse passando.

Até àquele momento, ia enviando aos Amigos e.mails a que chamava Actualização do Boletim Clínico.

Passado que está 1 ano, resolvi fazer um resumo da minha experiência pois sei que, diariamente, há pessoas que chegam a este blog em busca de perguntas, tal como eu fiz quando soube que iria iniciar a quimioterapia. Não vou ser rigorosa nas datas, porque a minha memória de andorinha não o permite nem isso é essencial. Nem sequer vou fazer referência à parte psicológica, pois vou-o fazendo quase diariamente.

Queria só deixar bem claro que cada caso é um caso e cancro não é sinónimo de pena de morte.

Às 19 semanas de gravidez foi-me diagnosticado um linfoma cuja "raça" ficará para sempre desconhecida visto que a biópsia não foi conlusiva. Fui, de imediato, encaminhada para o IPO do Porto onde removeram a lesão com anestesia local e decidiram vigiar-me até final da gravidez.

Segundo me disse o dermatologista tinham 99, 9999% de certeza que o problema teria ficado resolvido, mas para chegarem aos 100% teriam de fazer certos exames, o que só seria possível após a Leonor nascer.

A Leonor nasceu de parto normal, a 13 de Maio, data prevista e forte como o TOURO, que é.

Tinha ela 15 dias quando retomei as minhas visitas ao IPO, para iniciar os tais exames. A médica palpou-me logo um gânglio axilar e mandou-me fazer biópsia.

Resultado Linfoma de Hodgkin - estava explicada aquela comichão insuportável que fazia com que me coçasse noite e dia.

Prescrição - 2 ciclos (4 sessões de quimio) e depois radioterapia.

Entretanto fiz um PET que mostrou que o meu Linfoma era estadio IV, ou seja andava a passear-se por várias partes do corpo.

Nova prescrição - 4 ciclos (12 sessões) de quimio; a radio deixou da ser hipótese por o bicho não estava locaclizado.

Após 2 ciclos de quimio, novo PET e o resultado não podia ser melhor. Estava limpinho. Em todo o caso tive de seguir o protocolo até ao fim.

Reagi sempre muito bem à quimio. Tinha enjoos, um sabor horrível na boca, que só desparecia enquanto comia, mas nada demais. O cabelo, de que eu nunca tinha gostado muito, portou-se à altura e a meio dos tratamentos deixou de cair, pelo nunca necessitei de usar lenço ou peruca.

Terminei a quimio em fins de Dezembro de 2009, regressei ao trabalho em Fevereiro de 2010.

A Leonor faz amanhã 16 meses e está linda, continua super saudável.

E eu estou grávida de 13 semanas, com mais energia que nunca.

As voltas que a vida dá

sábado, 11 de setembro de 2010

Ubiquidade

Tenho-me apercebido, em várias situações que, regra geral, as pessoas têm ideias erradas quanto a aspectos da minha personalidade. Estou a lembrar-me, por exemplo, de alguns comentários que ouvi na fase da doença e da surpresa que causou a minha reacção a tudo o que se ia passando.

Agora o que eu não sabia é que há quem julgue que tenho o dom da ubiquidade. Pois é, lamento desiludir mas não o tenho.

Essa pequena "confusão" chateou-me muito ontem, o que vale é que tenho a memória curta e não estou para perder tempo com mesquinhices. Haja pachorra para faltas de respeito.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Novidades do meu peixinho

Ontem fui tirar uma foto ao meu pequeno peixinho que está óptimo e, segundo a médica, é muito mexido.

O sexo esse é que permanece uma incógnita. Inicialmente a médica disse que não havia nada que indicasse ser menina, mas passado um bocado disse que via um pontinho e por isso não fazia previsões.

Claro que o papá, que foi impedido de assistir porque não deixaram a Leonor entrar, disse logo que é menina, de certeza, pois o filho dele não teria só um pontinho :))

domingo, 5 de setembro de 2010

E de repente

O meu Amor vira-se para mim e diz "estás com a pele muito bonita".

E é por estas e por outras que adoro estar grávida.

sábado, 4 de setembro de 2010

No comments

Desta vez tenho sido poupada às inúmeras superstições sobre a gravidez. Gosto muito de as conhecer, sei que algumas terão algum fundamento (ainda que não aqueles que o povo lhes atribui), mas não tenho pachorra para quem acredita piamente que não posso fazer determinadas coisas. Sou a pessoa menos supersticiosa do mundo.

O que nunca tinha ouvido foi um comentário como o que ouvi na semana passada e que, sei agora após falar com outras pessoas, é muito comum ser feito pelos "mais antigos".

E a pérola foi esta "é bom ter mais do que um filho, assim se acontecer alguma coisa a um, sempre temos os outros".

No comments

O pior das férias (que já passou)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O regresso

Hoje foi dia de regresso à vida normal.

Trabalhei o suficiente para merecer outra semanita de férias, cometendo a proeza de não conseguir tocar em nada daquilo que tinha planeado fazer. A coisa promete.

A Leonor esteve prestes a cortar relações comigo, que tive a ousadia de a acordar e depois deixar no infantário. Quando lá chegou agarrou-se a mim como uma lapa e a separação foi dura. O infantário estava um caos, com os guinchos dos pequenitos.

Ao final da tarde fez-me uma festa tal que fiquei toda derretida. A coitadinha veio tão cansada que adormeceu na viagem até casa e foi directamente para a cama, vestida e sem jantar. Acho que só amanhã de manhã é que vai dar notícias.

E foi assim, em resumo, o regresso à realidade.