terça-feira, 27 de setembro de 2011

Começa cedo

"Mãe vem cá, que ela está a puxar-me os cabelos. Olha Dita pronto, estou chateada contigo".

E a pequena deliciada, por ter a mana ao lado.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

De vento em popa

A vida corre-me de vento em popa. Há muito tempo que não me sentia tão bem, apesar das muitas questões existenciais que teimam em não me deixar.

A falta de notícias deve-se, unica e exclusivamente, a questões técnicas.

Bem, vou alimentar as crias.

Até à próxima.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Isso sim são problemas

Estava eu quase, afogada em trabalho e quase a cortar os pulsos, quando recebi um telefonema da minha mãe.

"Olha, quando puderespassa pelo infantário porque ficou lá a pê da Leonor. Ah, e o computador do Noddy veio sem CD".

Mais palavras para quê. Isso sim são problemas.

Deprimente

Depois de uma noite dormida às prestações, cheguei à conslusão que há poucas coisas mais deprimentes do que sonhar com cadernos de encargos.

Ainda nem passaram 15 dias e já não sei de que terra sou. Irra.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Eu só queria o Canal Panda

Por favor, senhores da tv por cabo, apareçam para ligar os v/serviços.

Vá lá, please. eE pago o pacote todo, apesar de só precisar do Canal Panda.

Bruta como uma carroça

Bruta como uma carroça. É assim mesmo que me sinto, depois de ter telefonado ao meu inquilino a reclamar um pagamento que o rapaz já tinha feito há 15 dias.

O suficiente para que alguns machos latinos, mais zelosos da sua honra, me partissem a cara.

´Lá tive de me fazer pequenina, e com a voz a tremelicar, tornar a ligar ao rapaz, desta vez a pedir mil desculpas.

A dúvida agora é, onde é que gastei, sem dar conta, um valor com 3 dígitos. Sim, que o dito pagamento não está reflectido no saldo bancário.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Felicidades avó

Sou uma das afortunadas que se pode orgulhar de ter duas mães na terra, a biológica e a avó Silvina.

Querida avó, neste que é o teu dia desejo-te toda a felicidade do mundo. Se há alguém que merece o melhor do mundo, és tu. Por ti, e para te ver bem, darei sempre o meu melhor.

Muitos beijinhos

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Parabéns tia Dulce

Parabéns mana do meio.
Consegui roubar o computador à tua sobrinha mais velha, para vir desejar-te um feliz aniversário.
Que os 30 te tragam toda a alegria e realização que desejas e mereces.
Beijinhos da família Neves Pinto

domingo, 11 de setembro de 2011

Só para avisar

Dói-me tudo. Das unhas dos pés à ponta dos cabelos.
Supeito que à noite ficarei com uma pontinha de febre.


PS
para não alarmar, esclareço que, tirando a dor de garganta, acho que as restantes dores são psicológicas

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

A coisa promete

Em vésperas de voltar ao trabalho, há que começar a pensar na avaliação de desempenho.

Andava preocupada com o item "pontualidade" mas, a avaliar pelo péssimo ensaio geral, cheguei à conclusão que a estreia será um sucesso. Pelo menos é o que dizem.

Ando a simular a rotina do regresso ao trabalho, desde que as minhas patroas vão ao infantário. A coisa passa, em linhas gerais, por questões logísticas que implicam decidir quando é que a criada toma banho, de que patroa trata primeiro (etc,etc,etc). Depois há que deixar uns minutinhos para os imprevistos e imponderáveis.

Hoje, dia do ensaio geral, aconteceu de tudo. A Maria grande acordou de véspera. Recusou-se a vestir as calças e gritou que queria uma novas. Reclamou, também, das meias e camisola, mas essas consegui impingi-las. Depois de vestida, descalçou-se se foi enfiar-se debaixo dos lençóis. Pelo meio fez uma série de patifarias.

Enquanto isto a Maria pequena dormia placidamente, pelo que fui aproveitando o facto ao máximo. Quando fui tratar dela, já com os minutinhos contados, começaram os seus problemas intestinais.

Uma animação matinal, que originou meia hora de atraso face ao que havia definido e me fez sair de casa com os cabelos, literalmente, no ar.

Adivinham-se dias agitados.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Cancro na Gravidez

A nova novela da SIC, "Rosa Fogo", vai focar o tema do cancro na gravidez.

Tiranas como são as minhas patroas, duvido que consiga ver a novela.

Estou curiosa por ver como irão abordar este tema que tanto me diz.

Bizarro

Bizarro, é o adjetivo que me ocorre para qualificar a minha experiência desta manhã.

Dispensando-me de entrar em pormenores, posso dizer que concluí ser mais fácil constituir uma sociedade, comprar uma casa (etc,etc,etc) do que aderir a uma certa TV por cabo.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Amar a mãe é ...

... tirar macaquinhos do nariz e oferecer-lhos. E quando a mãe não os recebe, colá-los na parede.

Objectivo desta manhã

O plano para me fazer enlouquecer, maquiavelicamente orquestrado pela Maria grande, é composto por pequenos objectivos.

Uns identifico quase de imediato, outros nem por isso. O desta manhã era, claramente, conseguir partir-se toda antes de chegar à escolinha.

A rapariga esforçou-se, tenho de dar-lhe os parabéns, mas não conseguiu cair nem com a ajuda de cadeiras arrastadas de uma ponta à outra da casa.

Oxalá seja sempre decidida na vida e, acima de tudo, dirija bem a sua determinação (coisa que nem todos os adultos conseguem fazer).

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Sentida

Já sei que sou uma nódoa no que ao ato de engomar diz respeito, mas também não era preciso voltarem a pôr no cesto umas pecinhas que tentei passar a ferro.

Estou sentida!

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Adaptação II

Para a Maria grande, também foi semana de mudanças. Depois de mais um mês de férias, lá teve de regressar à escolinha.
Para ela está a ser mais difícil. Não tem chorado, apesar de se agarrar às minhas pernas quando venho embora. A sala parece a casa dos horrores, com meninos a chorar copiosamente, mas será só uma questão de tempo.
A nível de comportamento, tenho a noção que piorou, e muito. Anda a testar os nossos limites que, diga-se de passagem, são muito mais curtos que os delas. Uma pequena rebelde que anda atrás de mim pela casa, com o dedo em riste e a gritar "cortem-lhe a cabeça" (influência de uma das suas histórias favoritas "Alice no País das Maravilhas").
O papá já anda a ler várias teorias educacionais porque o nosso método intuitivo parece não estar a funcionar.
Tira-me do sério e quando estou a subir pelas paredes dá cabo de mim, quando diz "mamã, gosto muito de ti".

Um amor, esta pestinha.

Adaptação I

Parece que ainda hoje nasceu e já está no infantário, a minha Maria pequena.
Esta semana começou a adaptação e não podia estar a correr melhor.
A piolha que foi referenciada como "mau feitio" é, agora, considerada uma das santinhas da sala.
Não podia estar mais orgulhosa da minha menina. E muito vaidosa, confesso, por ainda estar a ser amamentada em exclusivo. É bom para ela e para a minha cabecinha é extremamente importante (além de se poupar uns cobres).
Este fim de semana iniciar-se-á mais uma etapa, a da sopinha.
Tudo a correr sobre rodas e a uma velocidade vertiginosa.