Deprimente

Depois de uma noite dormida às prestações, cheguei à conslusão que há poucas coisas mais deprimentes do que sonhar com cadernos de encargos.

Ainda nem passaram 15 dias e já não sei de que terra sou. Irra.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama