terça-feira, 3 de agosto de 2010

Boa Sorte Tia Eva

Neste momento o meu coração está dividido entre a alegria de ver uma grande Amiga alcançar um dos seus objectivos e a tristeza de deixar de a ter, diariamente, na porta ao lado.

Para dizer a verdade, acho que ainda não caí bem na realidade e, durante uns bons tempos, vou continuar a entrar disparada pelo Gabinete para uns dedos de conversa.

A tia Eva chegou e conquistou todos os colegas de trabalho, alguns dos quais, como eu, tiveram o privilégio de passar a fazer parte da sua roda de Amigos.

Agora chegou o momento de partir para outros vôos. Bem merecidos, por sinal, pois além de excelente Amiga é uma óptima profissional.

Bem ponderadas as coisas, e deixando o meu egoísmo de lado, posso dizer que a parte de mim que está feliz é infinitamente maior do que a que está triste. Até porque esta "separação" não vai, sequer, beliscar a nossa Amizade.

Não vou alongar-me muito mais, pois não quero que este post soe às despedidas que detestas, minha Amiga. Para além disso, sabes bem o que penso desta nova fase da tua vida. Tenho muito orgulho em ti.

Boa sorte Tia Eva

5 comentários:

  1. Olá boa noite Susana,
    se não vai beliscar a vossa Amizade deixa que ela vai para melhor e depois o tempo e a distância não apaga a vossa relação pelo que entendi!!! Bjokas ;o)

    ResponderEliminar
  2. Minha Linda

    Hoje acho que não vou conseguir dormir tal é o nó que tenho na garganta. E nestas minhas voltas entre passar a ferro, deitar-me no sofá e vir até ao computador tinha de me deparar com a tua mensagem que me deixou ainda com mais saudades, sendo que ainda nem sequer me fui embora.

    Eu sei que sempre torceste por mim e que acompanhaste uma pequena parte desta minha (in)decisão, que foi bem difícil por sinal. E tenho a certeza que vais ficar a torcer por mim nesta nova aventura que vou iniciar em Setembro.

    Mas não consigo deixar de pensar que, e apesar de estar certa de que nada mudará na nossa amizade, não vou poder recorrer ao Gabinete Jurídico e pedir ajuda como tantas e tantas vezes o fiz. Lembro-me, como se fosse hoje, do meu primeiro dia de trabalho e do apoio e simpatia que recebi da tua parte desde esse dia, o que levou a que nos chegassem a perguntar se já nos conhecíamos antes de trabalharmos juntas.

    De facto, a empatia foi quase que imediata e nestes três anos e oito meses vivenciámos muitos momentos, uns melhores do que outros, mas todos com uma ligação e um carinho extraordinários.

    Neste percurso tive ainda o privilégio de ganhar outras amigas, e muitas colegas (sem contar com o meu Paulinho) que também não vou esquecer. Mas tu sabes que te tenho num lugar muito especial e que para mim é como se fosses uma irmã.

    Sabes também que não sou de grandes manifestações de carinho, pouco beijoqueira e nada dada a surpresas e muito menos a despedidas. E isto não é uma despedida, porque não vou deixar de vos visitar e de vos dar notícias. E espero que aqueles que ficam nunca se esqueçam que têm aqui uma colega para a vida.

    Como é possível que outras amigas também se lembrem de anexar aqui um post mando-lhes também já um beijo enorme (cheiinho de saudade) para elas e para toda a equipa, que jamais irei esquecer.

    E pronto, tenho o meu teclado inundado, por isso acho que vou parar por aqui :(.

    Até já

    ResponderEliminar
  3. Como está bom de ver, eu não podia deixar de comentar este post.

    Por um lado, porque se trata de uma pessoa com quem tive a honra de me cruzar pelo caminho, e que se tornou numa Amiga que pretendo preservar por tempo indeterminado.

    Por outro lado, porque já passei por esta etapa que a minha Evita vai passar - ausência de contacto diário com as colegas de trabalho. Este é um momento que nos marca, e que por algum tempo nos deixa uma sensação de vazio e até de algum receio - será que eu vou conseguir manter o contacto com as pessoas que considero importantes na minha vida e que de alguma forma deixaram a sua marca???

    Evita, acho que o meu exemplo te pode dar a resposta a esta pergunta. Não tenho contacto diário com vocês desde Maio e acho que esse facto não beliscou em nada a nossa amizade. Encontramo-nos regularmente para os nossos almoços terapeuticos, que vais ver te vão rejuvenecer a alma, e que vais aproveitar cada minuto.

    Por outro lado ainda, para desejar à minha Evita toda a sorte do mundo para esta nova etapa da sua vida. Uma mudança que todos desejamos seja para melhor e que te traga a felicidade de muitas conquistas.
    Para a fase de adaptação que aí vem, só te posso dizer para confiares em ti própria e nas tuas capacidades profissionais (que são muito e boas).

    Como sei que não gostas (nadinha mesmo) de despedidas, só te tenho a dizer: "Até amanhã. Até sempre" - não te vais livrar de mim tão fácil :)

    Para finalizar deixo-te aqui um pedaço de uma letra que eu gosto e que acho que passa a mensagem de que o caminho da vida nos faz, algumas vezes, mudar de direcção, mas que, no entanto, essa mudança não significa que nos esqueçamos dos pilares importantes que construimos pelo caminho.

    "Outro tempo começou para mim agora,
    vou deixar a rua me levar,
    ver a cidade se acender,
    e a Lua vai banhar este lugar,
    e eu vou lembrar você."

    ResponderEliminar
  4. Há 3 anos, uma amiga tua (que conheci através de um blog) disse-me "perdi eu, ganhaste tu", agora serei eu a dizer o mesmo às sortudas que te vão ter como colega de trabalho.

    Mas a Amizade continuará, cada vez mais forte

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Minha linda

    De facto a vida dá muitas voltas. Ainda esta semana, essa amiga que deixei na Guarda me disse: cheira-me que vai ser uma choradeira pegada.

    E efectivamente foi. O período das 18h às 20h foi dificil, mas tirando isso acho que me aguentei até mais ou menos. Também como tive tanta coisa para deixar em ordem (sinal de que não tinha quase nada em ordem)nem tive muito tempo para pensar na despedida.

    E infelizmente não me consegui despedir de todas as colegas, mas um dia destes apareço para uma surpresa.

    Da minha parte, e tenho a certeza que também da tua, bem como das minhas outras amiguinhas, nada vai mudar.

    Esteja eu onde estiver, estarei sempre por perto.

    Beijo enorme

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.