terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Enfermeira

Decididamente, não nasci para enfermeira.

Fico mais aflita ao ver os meus doentes do que quando sou eu a paciente.

Hoje é o meu marido. Teve de ir às urgências pois não aguenta as dores no corpo, cabeça e garganta.

E eu ando, feita barata tonta, à volta dele sem saber o que fazer.

É horrível esta sensação de impotência

1 comentário:

Obrigada por dar vida a este blog.