Castigar ou humilhar?

Esta história de castigar, com conta, peso e medida, tem muito que se lhe diga.

Escolher o castigo, duração do mesmo e momento certo tem a sua ciência que eu, diga-se em abono da verdade, ainda não alcancei.


E a dificuldade não é só para os pais, como percebi este fim de semana quando a Leonor se zangou com uma traquinice do pai e lhe disse "se tornas a fazer isso, levas uma palmada e não sou mais tua filha".

Algo me diz que a pequena confundiu castigo com humilhação na sua luta para educar os pais.

Mas é curioso ver como sabe, perfeitamente, ir aos nossos pontos sensíveis. É que é logo a matar.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Lanche partilhado

5 anos passados estou cá para contar a história

Um queixo suturado e um coração rachado