domingo, 13 de outubro de 2013

Caso de polícia

Ontem fiquei a saber, via facebook, que a Leonor teve um desaguizado com uma das suas melhores amigas

Como não me tinha contado nada, perguntei-lhe diretamente se se tinha zangado com a MM.

Respondeu-me que sim, porque a MM tinha uma colher da casinha e não quis dar-lha, supostamente, para arrumar.

Sabia que o episódio tinha sido um pouco mais grave e insisti para que me contasse como tinha sido a briga.

Resposta, elucidativa, da lady - "não te explico nada e se continuas com essa conversa dou-te um murro no nariz".

Perante a ameaça, optei por desisitir da inquirição.

Entretanto fiquei a saber, por uma testemunha mais do que credível, que a Leonor apanhou a MM pelas costas e lhe apertou o pescoço.

Horas mais tarde, voltei à carga.

Desta vez a Leonor endureceu as ameaças, e deixou bem claro que, se eu insistisse nas perguntas, deixaria de me dar flores.

Percebi que falava a sério e nunca mais lhe perguntei nada, mas temo bem que a minha mais velha se torne um caso de polícia.

À MM, o meu pedido de desculpas (se ajudar alguma coisa, juro que não  incito a Leonor à violência) e o conselho de que responda na mesma moeda para ver se gosta (iria apostar que não).

PS sei que o conselho pode parecer contraditório, para quem não quer incitar à violência, mas estamos a falar de uma legítima defesa com intuito correctivo (mais coisa menos coisa, defendida por alguns pedagogos e que, se utilizada correctamente, me parece apropriada)

5 comentários:

  1. Ahahah,estás bem arrajada com a pequena.
    Com essas ameaças,principalmente a das flores é melhores não insistires muito,um murro no nariz ainda se aguenta,agora deixar de receber flores,aí a coisa é mais complicada.
    Beijinhos e um ótimo domingo para vocês.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Natália. Antes um murro do que deixar de receber flores :)

      Beijinhos e boa semana

      Eliminar
  2. querem lá ver que a cachopa ainda vai parar à tutoria...

    ResponderEliminar
  3. querem lá ver que a cachopa ainda vai parar à tutoria...

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.