Pedido público de desculpas

Na sequência do meu último post, devo um pedido público de desculpas, mas nem sei bem como começar.

Parece que me deixei enlear pelas aparências e fui profundamente injusta com a Benedita.

Passo a explicar e tentar justificar a minha, inqualificável, atitude.

O post, no qual equaciono a possibilidade de a Benedita ter ficado com ciúmes da atenção dada à irmã por causa das vacinas que tomou, foi escrito algum tempo depois de a pequena ter gritado aos 4 ventos que tinha muitas picadas nos braços (o que, curiosamente, coincidiu com uma altura em que a Leonor mostrava o braço inchado pela picada).

Juntando isso à descrição do choro no momento em que ocorria a picada, pus a hipótese de ser só uma forma de chamar a atenção.

Mas o papá, que assistiu a ambos os momentos, assevera que a Benedita chorou por estar verdadeiramente condoída pela dor da irmã.

Assim, só me restar pedir desculpas à minha bebé mais pequena (alguém que lhe leia isto, por favor) e ir ali ajoelhar-me em cima de grãos de milho.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Obrigada autoestrada

Lanche partilhado

Onde está Deus nestas alturas?