Ah, tão bom

E aquelas noites em que as patroas sonham comigo e chamam mãe insistentemente até me acordarem, sentirem ao seu lado e passarem a sonhar com outra coisa.


Ah, tão bom para me fazer despertar com uma bela dor de cabeça e ocupar o tempo que ainda tinha para dormir a fazer coisas úteis como dobrar roupa.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Este é para quem gosta de hamburguer´s e culpa sempre a vontade

12 anos, bodas de seda

Irrita-me a estupidez humana