terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Um estado de alma

Há dias recebi um daqueles e.mails institucionais, disparados para 1001 caixas de correio, com uma mensagem de Natal.


Terá sido, dentro do género, o e.mail mais singelo que recebi. Não tinha figuras alusivas, nem grande rigor estético. Dizia tão somente "O Natal não é um momento, é um estado de alma" e não me podia ter tocado mais.


Acredito plenamente que o Natal não é (ou pelo menos não deve ser) um momento, mas também acredito no "espírito natalício" que parece pairar sobre nós em Dezembro.


Aquele "espírito" que faz com que arranjemos momentos, que ao longo do ano foram difíceis de encontrar, para estar com amigos que não vemos desde Dezembro do ano passado.

2 comentários:

  1. Esse é mesmo o espírito que eu acredito piamente!!!!

    E só mesmo esse espírito me lembra que estamos quase no Natal!!! Que isto de estar a decorar Árvores de Natal, de havaianas no pé e no fim dar um mergulho na piscina.... enfim..... tem que se lhe diga!!!!

    Mas depois....... há o regresso a casa!!!! Breve, breve!!!! E ver a família e os amigos todinhos!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Assim de repente, acho que não me importava de andar de havaianas e dar um mergulho, mas realmente o Natal tem de ser em casa

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.