Há convites que não se recusam

Num dos últimos dias do ano recebi um convite, que me encheu de orgulho, para ser madrinha de um bebézinho que, estando ainda no útero, tem já uma grande história para contar.


Há convites que não se recusam, e responsabilidades às quais não se viram as costas, e por isso cá estou toda vaidosa e expectante.


Entretanto, hoje será dia de fazer parte da assembleia que terá a alegria de receber o Francisco no seio da Igreja.


Parabéns boneco, pelo teu baptismo e pelos papás lindos e corajosos que tens.


Ai, como eu gosto destas coisas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama