quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

O meu 3.º filho

Gosto deste blogue (quase) como de um filho.

Não só porque me permite fazer uma coisa que me dá imenso gozo e que é escrever (coisas mais ou menos parvas) mas porque tem gerado uma interacção entre mim e pessoas que não conheço e me contactam para partilhar experiências/desabafar sobre a doença.

Como não me canso de dizer, ganho vida sempre que sinto que a minha história dá alento a alguém. Isto porque foi na história de outras pessoas que me inspirei também. E é uma forma de dar sentido ao estúpido do cancro.

Esta semana recebi mais um desses contactos e não podia ter ficado mais feliz. Trata-se de uma jovem que engravidou após os tratamentos de quimio.

Posso imaginar os medos/angústias que sente, mas também posso assegurar que não há nada melhor e que esta nova vida que gera é uma benção.

Ai!!!! Eu e os bebés ...................

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.