domingo, 27 de setembro de 2015

Aquela ténue fronteira entre necessidades do organismo e gula

O meu organismo está, constantemente, a pedir-me para comer porcarias.

Para iludir a consciência, chamo-lhe carência de nutrientes, por azar, pouco consensuais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.