sábado, 17 de outubro de 2015

Gritar, berrar e guinchar

Neste momento, as minhas patroas estão a ter uma conversa filosófica sobre a eventual diferença entre gritar e berrar.

D.ª Maria Leonor defende serem verbos sinónimos. Já D.ª Maria Benedita entende serem coisas diferentes. Para ela, berrar implica choro.

Eu, que ouço a conversa ao longe, medito sobre o tema e questiono se não seriam possível terem o mesmo diálogo sem guincharem uma com a outra.

Se calhar não.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.