segunda-feira, 11 de abril de 2016

Sobre este Amor maluco das manas

 
Uma, a mais velha, recorre às armas verbais "odeio-te; és a pior irmã do mundo!", entre outros mimos.

 
Outra, a mais pequena, faz-se valer dos punhos.
 
No final, tudo se resume a um Amor maluco e infinito.
 
 




Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.