Se o orgulho e a vaidade matassem, tinha sido ontem a minha hora

Se o orgulho e a vaidade matassem, tinha sido ontem a minha hora. Não tenho a menor dúvida.

Assisti à melhor representação da Carochinha e o João Ratão alguma vez vista e fui surpreendida pelo desempenho da actriz principal (sempre tão tímida fora de portas).

Acho que a Tita descobriu uma vocação e eu estou aqui toda babada.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama