quinta-feira, 30 de junho de 2016

Se o orgulho e a vaidade matassem, tinha sido ontem a minha hora

Se o orgulho e a vaidade matassem, tinha sido ontem a minha hora. Não tenho a menor dúvida.

Assisti à melhor representação da Carochinha e o João Ratão alguma vez vista e fui surpreendida pelo desempenho da actriz principal (sempre tão tímida fora de portas).

Acho que a Tita descobriu uma vocação e eu estou aqui toda babada.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.