terça-feira, 18 de julho de 2017

A falta de filtro de Gentil Martins e o que diz sobre nós

Gentil Martins, sem filtro, disse o que pensa sobre a homossexualidade e a compra de filhos. Disse-o porque não entrou em demagogias e, provavelmente, estar numa fase da vida em que se pode dar ao luxo de ser sincero. Disse aquilo que provavelmente muitos pensam mas não dizem. Não subscrevo o que disse, atenção, apesar de ser muito crítica da compra de filhos. Mas não posso deixar de lamentar o facto de a sinceridade relativamente a temas fracturantes ser um luxo. Há opiniões que estão na moda. É cool defende-las e quando alguém se atreve contestar é um deus nos acusa. Instala-se o histerismo, o que não deixa de ser paradoxal quando está em causa a defesa da não discriminação. Das palavras de Gentil Martins não se pode concluir tratar-se de uma pessoa intolerante e desrespeitadora de homossexuais e pais que optam pela maternidade de substituicao. Tem uma opinião demode e é só.
Preocupemo-nos com factos. Percebamos que os sapos à porta de lojas e jardins nem sempre são só objectos decorativos. Respeitemos opiniões contrárias. Acima de tudo, sejamos coerentes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.