Só Deus tem os que mais ama

Hoje partiu um homem bom, cheio de valor (es ) e que construiu a vida a pulso.
Depois de uma duríssima batalha contra uma doença feroz, conseguiu finalmente repousar.
Deixa-nos um grande legado. O exemplo de uma verticalidade à prova de bala.
A mim, particularmente, deixa-me também um enorme conjunto de dúvidas. Para quê?  Talvez um dia as esclareça. De momento as ideias estão muito confusas. Houve aqui uma grande inversão à ordem natural da vida. Um filho, mais um, que partiu à frente da mãe. Para quê?
De momento só me vem à memória a voz do Luís Represas a cantar "Só Deus tem os que mais ama". Acredito mas hoje essa resposta não me basta.
Até  sempre meu primo. Dá aí um abraço aos nossos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Obrigada autoestrada

Lanche partilhado

Onde está Deus nestas alturas?