terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Danou-se

Danou-se. Desta vez é que foi, queimaram-se-me os fusíveis todos certamente. Só pode.

Então não é que está a voltar-me a vontade de ir trabalhar? Voltar à vida real.

Eu que estava quase a converter-me numa doméstica convicta, dedicada aos tachos e às panelas (que o resto dispenso bem).

Ontem lá fui buscar a minha pasta (que durante estes meses viajou quinzenalmente, praticamente intocada, entre a Feira e Alfena), os meus marcadores fluorescentes, post its e o meu querido Código do Trabalho.

Até tinha definido o tempo de estudo, tendo em conta o tempo provável de sesta da Leonor. Peguei no Código e o que havia de acontecer, começo a ouvir um grande palradeiro do outro lado da casa. Eu até queria, a pequena é que não colaborou. O meu estudo acabou quase antes de começar.

Mas estou decidida a entrar nos eixos. Que remédio. Tenho de readquirir ritmo.

Não é que tenha estado completamente parada todo este tempo, como já disse aqui mantenho o meu ritual diário de ler os sumários do Diário da República e vou estando atenta a tudo quanto se relaciona com a minha actividade profissional. Mas, como é óbvio, estou a funcionar a carvão.

Ah, deixem-me dizer que cumpri aquilo que me tinha proposto há tempos e li o Código Contributivo todinho. As idas ao IPO dão para tudo. Bem burra, o Presidente da República acaba de promulgar o adiamento da sua entrada em vigor. Isto só a mim. Bem, já fica lido. Pode ser que se venha a aproveitar alguma coisa.

Quanto ao regresso à vida normal, ainda não sei bem é como é que em 24 horas vou conseguir levantar a Leonor, vesti-la, dar pequeno almoço, tratar de mim, metê-la no carro, fazer 50 kms, deixá-la no infantário, trabalhar, ir buscá-la novamente, fazer os 50 kms de regresso, cozinhar (...). Mas a malta chega lá.

Deve ser só uma questão de organização. Digo eu.

4 comentários:

  1. Minha linda

    Cada vez estou mais orgulhosa de ti. Ainda nem 2010 começou e tu já estás com a pica toda para começar a trabalhar, sim senhora.
    Eu confesso que no final do ano fico meia paradita. Penso mesmo para comigo: se não cumpriste algum dos objectivos previstos durante o ano, também não vai ser na última semana que o vais fazer. E vai dai lá salta mais um objectivo direitinho de 2009 para 2010 :)

    Mas fico muito contente por te ver empenhada em voltar à vida activa, até porque eu sinto imensa falta dos teus contributos nas minhas tarefas (nós fazemos uma dupla perfeita).

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Obrigado Susana pelos votos de boas festas!

    Isso é que é ter vontade de trabalhar... (Ano novo, vida nova) lá diz o ditado...

    Desejo-te um excelente ano de 2010, com saúde e alegria junto dos teus!

    Feliz Ano Novo

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Tu consegues... Vais ver...
    Mais pontapé daqui, menos chapada dali... vai dar pra tudo.
    Tu habituas-te ;)

    Beijokas

    ResponderEliminar
  4. Não posso deixar de sentir uma pontinha de culpa...será por causa da agenda que recebeste no Natal?!
    Mas deixo-te um conselho: sempre que te der vontade de trabalhar, senta-te, cruza os braços, fecha os olhos e inspira profundamente, conta até 10 a ver se a vontade passa :)

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.