Avançar para o conteúdo principal

28 Semanas

Chegámos às 28 semanas.

A Benedita está toda mexida e eu ando muito bem.

Tenho a sorte de estar a viver uma gravidez tranquila, dentro do contexto em que ocorreu.

Por estranho que pareça, já não me lembro de como é pegar num recém-nascido e parece que tenho mais dúvidas agora do que quando nasceu a Leonor.

Quando comentei isto com a pediatra da Leonor, ela respondeu prontamente "sabe porquê? Da outra vez estava mais concentrada a tratar de outros problemas (leia-se cancro) e agora centra-se mais na gravidez".

Não tinha visto a questão por este prisma, mas é bem possível que seja verdade.

Certo, certo é que os dias passam velozes. Em Janeiro vou começar a tratar do enxoval da princesa mais nova. Apesar de ser sucessora universal da mana mais velha, precisa das suas toilettes novas.

Entretanto, vou dando notícias.

Comentários

  1. Susaninha, adoro sentir o teu estado de espírito aberto à felicidade que é ter uma criança. Desta vez com a benção de poderes concentrar-te nela, e na Leonor, e viveres plenamente o momento.
    Um grande beijinho,
    TP

    ResponderEliminar
  2. Olá Susana por cá são 27 semanas e farta-se de jogar à bola! Eu tenho que estar em repouso quase absoluto mas pelo meu pequenino eu faço tudo... Desejo-lhe um Bom Natal e tudo de bom na sua vida e da família.. Bjs.
    Isabel Vila

    ResponderEliminar
  3. De certeza que, todos juntos, dão conta do recado. E a Super Tia Joana vai aparecendo para dar uma mãozinha também, claro :)

    ResponderEliminar
  4. Olá pimaca! Para além de herdar as roupas da irmã vai herdar das roupas mais bonitas da prima que vai ser practicamente um ano mais velha! E anda agora a ficar com a roupa de 9 a 12 meses muito apertada... Já tem um monte de roupa de 12 a 18! N encontro a vossa morada! Vocês têm que se actualizar no PAI!
    Feliz Natal!
    galinhola

    ResponderEliminar
  5. Feliz Natal Susana.
    Muita saúde...Paz e Amor.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá, Boas Festas.

    O XekimVieira, deseja-lhe e à sua família, um BOM NATAL e FELIZ 2011.

    Abraços Natalícios.

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.

Mensagens populares deste blogue

Este é para quem gosta de hamburguer´s e culpa sempre a vontade

Antes de mais devo dizer que ninguém me encomendou o sermão, juro.
Há poucos meses uma jovem (empreendedora e altruísta) que me dá a honra de ser minha amiga, resolveu por-se ao caminho e reabrir a Culpa da Vontade, uma hamburgueria 5 *.
Com esta decisão criou o seu emprego e deu emprego a outros. Ajudou outros negócios na freguesia (lembro-me do talho, por exemplo) e alegrou muitas almas (toda a gente sabe que um bom hamburguer é algo faz ressuscitar mortos).
Passados poucos meses, o negócio (recém nascido) apanhou com este tsunami que nos está a abalar.
Em vez de se deixar abater, aquela jovem empreendedora e altruísta reinventou o modelo de negócio e voltou (agora) com serviço de take away e entregas ao domicílio.
Fiz questão de dizer "presente" no primeiro dia e posso assegurar que a qualidade é a mesma de sempre e as medidas de higiene das melhores e mais rigorosas que tenho visto por aí.
Por isso malta que gosta de hamburguer´s é correr e fazer a encomenda. Não se arr…

12 anos, bodas de seda

Há 12 anos, quando dissemos o sim, estávamos longe de imaginar mais de 99% daquilo que o caminho a dois nos iria trazer.
Não nos passava, certamente, pela cabeça vir a celebrar as bodas de seda separados por milhares de kms.
Aconteceu, e acredito não ter sido por acaso. Tal como acredito que estás aí, do outro lado, a pegar num dos copos para brindar.
Parabéns a nós, que entre altos e baixos temos seguido sempre em frente. Unidos, apesar da geografia parecer querer dizer o contrário.

Irrita-me a estupidez humana

Ao sair do carro deparei-me com este lindo cenário. Por mera casualidade não pisei as luvas de alguém muito preocupado em proteger-se a si próprio esquecendo-se que isso de nada adiantará se não se lembrar dos outros e do meio ambiente em que vive.
Estamos todos no mesmo barco ou não?
Irrita-me a estupidez humana!