A tia Du é fixe

No último post cometi uma grave omissão. Esqueci-me de referir que a estadia no Mosteiro de S. Cristóvão de Lafões foi, em parte, cortesia da tia Du. Aqui fica a menção honrosa.

Querida tia Du, gosto muito de ti e das tuas prendas. Nunca tenhas medo que me enjoe delas. Tens muito bom gosto.

Uma grande beijoca

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama