sábado, 16 de junho de 2012

Regresso ao passado

Esta manhã, vesti o fato domingueiro e lá fui, A1 acima, para uma espécie de regresso ao passado. Participei num encontro de Direito do Trabalho sobre riscos psicossociais (infelizmente cada vez mais comuns) realizado na minha faculdade (Escola de Direito, na atual terminologia. Não me lembro ao certo da última vez que lá entrei, só sei que o sítio onde estive está bem diferente daquele edifício onde passei 6 anos (propedêutico e licenciatura). Confesso que nunca senti muitas saudades da Católica, apesar de ter boas recordações dos tempos em que lá andei e ter muito orgulho na minha universidade. Mas foi bom voltar. Divido a minha vida no antes e pós Católica. Certamente seria já, quando lá andei,a mesma pessoa que hoje sou mas, interiormente, sinto uma diferença abismal. A sensação que tenho é a de que só ganhei personalidade própria depois de terminar o curso e começar a trabalhar. Até aí era uma miúda sem sal. Hoje continuo sem salm mas mais dura de roer. PS Estava a brincar quanto ao fato domingueiro. Seria incapaz de ir à Católica de pijama e crocs de fancaria

3 comentários:

  1. Até parece que eu e a Salomé não te preparamos para a vida... a escondermos o estojo ou a tirar o carro do parque... ou mesmo questões pertinentes como a palmeta. Só podia ter corrido bem dps ... dura de roer e com sentido de humor ;)

    ResponderEliminar
  2. Tens razão, Carlinha. Tu e a Salomé é que fizeram de mim uma mulher (no campo dos princípios, claro). Não me lembro dessa do carro. Quanto à palmeta, impossível esquecer a lição :)

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.