sexta-feira, 13 de julho de 2012

Estratégia de poupança familiar

Em tempos de crise, não posso deixar de partilhar aquela que considero uma excelente estratégia de poupança para quem quer mais do que um filho. E a estratégia é tê-los assim seguidinhos. Passo a explicar, com base em casos concretos. Quando estamos à espera do 1.º filho temos de reunir uma parafrenália de coisas que representam um investimento jeitoso. Carrinho, berço, banheira, roupas e mais roupinhas (...). Ter um 2.º filho passado pouco tempo, permitirá amortizar o investimento. É certo que o mais novo tem de gramar com coisas herdadas, mas dá um jeitaço às mães (comme moi mêmme) que têm cabeça de andorinha e se esquecem frequentemente de tudo. Não é raro ver a Tita com collants até ao pescoço e a Leonor com camisolas acima do umbigo. Temos sempre tudo à mão, se não é de uma é de outra. À conta disso, demorei algum tempo a perceber porque é que a Leonor andou uns tempos a acordar molhada. Devia ser proibido vender fraldas que não tenham o tamanho bem identificado. É uma trabalheira distingui-las, para quem tem filhos que usam o n.º 4 e filhos que usam o n.º 5. Claro que ajuda em muito à poupança, o facto de as criaturas serem do mesmo género. Mas mesmo não sendo, há cuidados que podemos ter ao fazer o investimento. Optar pelas chamadas cores neutras. Ah, outra coisa importante. Se conseguirem juntá-los no mesmo infantário existe a forte probabilidade de conseguirem desconto na 2.ª inscrição. Sabem que não resisto a descontos. Só vantagens, portanto. Era só aquilo da laboração contínua dos infantários ir avante e seria perfeito.

1 comentário:

  1. Ótimo! hey eu tropeсei ρara eѕta
    escrіtοs! enquаntо pгocurа o lοcal paгa tгаnѕferênсias аleatórіаs.
    obгigado cοmpartilhаndо Vou
    enviaг e-mаil para mеus amigos sobгe isѕo tаmbém.
    Take a look at my weblog : Procurar Pessoa

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.