A licenciatura da loira

Há fenómenos que nos deixam de queixo caído e nem todos são pela negativa. Na semana passada a Universidade de Aveiro licenciou uma loira das verdadeiras (de olho claro e tudo). A notícia não mereceria destaque (concluir uma licenciatura em 3 anos é, face ao que tem vindo a lume ultimamente, uma banalidade), não fosse a licenciada quem é. Esta loira é boa que até mete nojo. Gira, muito inteligente e excelente Amiga. Se me conseguir abstrair do facto de não ser grande influência para as crianças (introduziu as batatas fritas, à minha revelia, na dieta alimentar da Leonor) posso dizer que a miúda é perfeita. Esta licenciatura, que enche de orgulho todos quantos dela gostam, foi uma prova de que quem tem objectivos e luta, arduamente, para os alcançar só pode ter sucesso. Minha querida Madalena Silva, a admiração que sinto por ti (e a baba por seres minha AMIGA) é tal que me tolhe as palavras. PARABÉNS, PARABÉNS, PARABÉNS Ps. Só era escusado estares constantemente a humilhar quem , como eu, não fala alemão nem mandarim

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama