domingo, 5 de agosto de 2012

Bela Mirandela



Este fim de semana, os caminhos de Portugal (definitivamente, o país mais belo do mundo) levaram-nos a Mirandela.

Se já gostava daquilo que de lá conhecia (as alheiras, claro está), mais fiquei a gostar.
A cidade é muito bonita, a festa da Sr.ª do Amparo e a procissão imponentes.

Os enchidos, comidos na origem, sublimes. Aquele salpicão levou-me ao céu.

Como se não bastasse, fomos, principescamente, recebidos pela Cristina Nicodémio (minha querida afilhada de luta) e família, a quem deixo aqui um beijinho especial.

Mas não há bela sem senão.

Os foguetes e o fogo de artifício estragaram (segundo a própria) a cabeça da Leonor que, apesar de ter gostado muito do passeio, está muito aliviada por estar na sua casinha.

Uma medricas, esta minha filha. Só tem garganta. Faz e acontece, mas morre de medo de tudo o que tenha som (à excepção da minha voz, que ignora com grande pinta).

Já a Titocas, está cada vez mais rebelde. Agora deu-lhe para o body painting. Este fim de semana, começou a dizer a 4.ª palavra inteligível. Tau (de tau tau), dita, assim, de mão no ar (dirigida a mim, naturalmente).

Mais um fim de semana em cheio.

3 comentários:

  1. que giras! ainda não tinha visto o babete da Tita, a condizer com o vestido.
    Tão pouco tempo ser as ver e já tenho saudades.
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Estão lindas as tuas filhotas! Beijos para as três! Carla Pereira

    ResponderEliminar
  3. Tão lindas! A minha sorte é que as saudades não matam. Beijo

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.