sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Toda a verdade sobre o presépio

O livro sobre a infãncia de Jesus, recentemente lançado pelo Papa Bento XVI pôs meio mundo a dissertar sobre o presépio.

Teria, ou não vaca e jumento? Bento XVI faz um enquadramento histórico e doz que a Bíblia não menciona os animais que, provavelmente, terão começado a integrar o presépio nas representações iconográficas. Isto porque um presépio era o sítio onde se guardavam e alimentavam os animais.

A explicação faz todo o sentido. Faz-me lembrar as representações de Jesus que o mostram como um homem de pele e olhos claros, coisa que todos sabemos ser pouco provável tendo em conta a sua origem.

Não sei se havia vaca e jumento no presépio e duvido que, a esta distância, algum dia venhamos a saber a verdade- Seja como for, para mim é indiferente. Importante é aquilo que o presépio representa.

Mas devo dizer que o meu senhor marido tem uma teoria que me parece inabalável e que subscrevo.

Podia não existir mais nenhum animal, mas o jumento estava lá, de certeza, pois foi o meio de transporte de Maria e José até Belém. E uma vez que tentavam esconder-se, tinham de esconder o jumento também.

Tem lógica o raciocínio. É um pensador, este meu marido.



1 comentário:

  1. Concordo com a teoria do teu marido, parece bastante lógica.

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.