E agora, como é que vais resolver?

Na hora de deitar, a Leonor resolveu dar-me tanga e fugir pela casa fora.

Depois de a tentar agarrar, sem sucesso, refugiou-se do lado oposto da sala.

Com uma mesa a separar-nos, olhou-me fixamente nos olhos e perguntou "E agora, como é que vais resolver isto?".

Fiquei sem armas e resposta.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama