quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

O dia hoje foi muito lindo mãe

Antes de sairmos de casa houve 1001 lutas entre as minhas crias, a pior das quais terminou com a Leonor a ser derrubada pela Tita com a força de um valente puxão de cabelos.

Chegadas ao infantário, o avô tirou a Leonor do carro e esta começou a estrebuchar, violentamente, enquanto chamava por mim (que levava a Tita ao colo).

O avô pousou a Leonor, que me deu a mão, e pegou na Tita que começou também ela a estrebuchar e a bater no avô.

O avô quase teve um ataque cardíaco fulminante, à conta dos nervos.

Entretanto, constou-me que a Leonor "acertou o passo" a uma amiguinha.

À hora de regressar a casa, a Leonor recusou-se a vestir o casaco e disse-lhe que o castigo seria não ver televisão. Foi a viagem toda a berrar a mesma frase, enquanto me mantive calada.

Quando estávamos na cama, sai-se com um "hoje o dia foi muito lindo, mãe". Ai foi, Leonor, porquê?
"Porque eu e a Tita portámo-nos muito bem".

Pensamento imediato, tenho de passar maisn tempo com as minhas filhas porque não vi nada de bonito no dia.

1 comentário:

  1. e portaram-se bem; imagina que se tinham portado mal, o que não teriam arquitectado!

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.