terça-feira, 16 de abril de 2013

Característica morfológica que me impede de "ir ao terceiro"

Embora cada vez menos, continuo a sentir à minha volta a expectativa de que "vá ao terceiro" (refiro-me a filhos obviamente).

Ora, há vários motivos para que tal maluqueira não deva aconteça. E quando digo maluqueira limito-me  ao meu contexto familiar, pois eu própria tenho 2 irmãs e acho o máximo.

Voltando aos motivos, um deles prende-se com uma característica morfológica do mais comum que há.

É que só tenho dois braços e duas pernas. Ou seja, já tenho os membros ocupados.

Passo a explicar.

Sento-me em qualquer lado, seja à mesa da cozinha seja na sanita, e vêm as minhas duas crias a correr para se sentarem também, cada uma numa das minhas pernas.

Se dou a mão a uma, tenho de dar à outra.

Se me deito tem de ser no meio delas, para que uma me mexa no cabelo e outra na boca (vá lá que têm diferentes rituais para adormecer e dá para conciliar).

Em resumo, só não me desmembraram ainda porque não calhou.

Como não há previsão que isto passe ainda durante o meu período fértil (parece que não, mas estou a poucas semanas de fazer 36 anos), está fora de questão "o terceiro", para gdescanso dos avózinhos a quem as duas pestes fazem questão de sugar todas as energias.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.