sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Supertaça Cândido Oliveira ou uma boa forma de limpar o pó

Amanhã realiza-se mais uma final da Supertaça Cândido de Oliveira no Estádio Municipal de Aveiro.

A alegria de ver esgotar a lotação do estádio não supera, porém, a desilusão por saber que este jogo não é mais do que uma boa forma de limpar o pó àquelas cadeiras multicolores, muito raramente utilizadas.

Não lamento a realização do EURO 2004. Foi excelente toda a animação e movimento que nos trouxe.

Continuo é sem perceber (e engolir) o que se terá passado nas cabecinhas pensantes que idealizaram os estádios (e já agora naquelas que agora têm o petisco de os gerir).

É desolador ver este estádio às moscas e a desbotar, no sentido mais literal do termo. E pior que isso é o facto de não se vislumbrar que o cenário se altere o que significa que o mais provável é que o estado de degradação, e quase abandono,  do estádio aumente.

Mas como tristezas não pagam dívidas, vamos aproveitar estes raros momentos de vida do estádio e esperar que ganhe o melhor.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.