domingo, 15 de setembro de 2013

As aulas de ballet das MM e as decisões da Leonor

Minutos depois de escrever este post, a Leonor sentou-se à mesa connosco e omunicou-nos que queria ir para o ballet como as suas duas melhores amigas, Maria Miguel de seu nome.

Explicámos que não seria possível pois já anda na música e, em breve, recomeça a piscina e que tudo isto custa dinheiro.

Respondeu que não gostava de música e o que queria mesmo era o ballet.

É verdade que, por questões sentimentais, toda a família está a torcer para que a rapariga goste das aulas de música, mas quem a ouvir há-de pensar que impusémos esta actividade. Ora, a inscrição na música só aconteceu depois de uma aula experimental, da qual D.ª Maria Leonor gostou muito.

Continuámos a conversa, dizendo que não podia mudar só para ir atrás das amigas e que, primeiro, tinha de perceber se, realmente, a música não foi a melhor escolha. Continuámos, dizendo que, para isso, precisava de tempo.

A conversa foi muito interessante, porque a Leonor foi sempre contra-argumentando, com uma lógica que quase nos desarmava.

O combinado foi voltarmos a falar no final do ano lectivo, com o compromisso de a deixarmos ir para o ballet, caso queira desistir da música por não ter gostado (e não porque os amigos também andam no ballet).

Fiquei com a sensação que percebeu bem a nossa mensagem. É importante que aprenda a pensar pela sua própria cabeça e não vá atrás dos outros só porque sim.

Há outros locais e momentos para estar com as amigas.

O negócio foi firmado. Agora é só rezar para que não saiba que o Tiago também anda no ballet, pois se souber estamos perdidos.

2 comentários:

  1. Crianças são assim, mesmo. Meus filhos fizeram inúmeros esportes e tocaram vários instrumentos. A única coisa que ficou muito clara é que não haveria acordo em relação ao aprendizado de inglês. Esse foi constante desde a infância, até o final da adolescência. Apesar de todo o ranger de dentes, hoje eles agradecem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É difícil gerir isto tudo, tentando não impor mas zelando para que façam as melhores escolhas. Também queremos que as meninas aprendam inglês mas, para já, a piscina e a música parecem-me sufcientes para a Leonor.
      Obrigada pelo comentário Lili

      Eliminar

Obrigada por dar vida a este blog.