terça-feira, 17 de setembro de 2013

"Felizmente não tenho amigas"

Há dias, ao passar na rua, ouvi uma senhora dizer a outra "olhe, eu felizmente não tenho amigas. É só casa-trabalho-casa".

Este comentário mexeu comigo. Fiquei impressionada com tão grande desencanto com a Amizade,
demonstrado por esta senhora .

Talvez nunca tenha tido Amigas de verdade. Amigas daquelas que, em silêncio, deixam crescer o cabelo para o caso de nós virmos a necessitar de usar peruca. Amigas daquelas que se dispõem a voltar a estimular a produção de leite para amamentar a nossa filha de 2 meses, que vamos ter de deixar de amamentar por causa da quimio. Amigas daquelas que percorrem quilómetros, após um dia de trabalho, só para estar um hora na risota com uma Amiga que está doente. Amigas que escrevem ao Papa, a pedir que ore por uma Amiga doente; Amigas que acompanham uma Amiga a sessões de quimioterapia.

Eu, que tenho Amigas dessas, tenho muita dificuldade em perceber o que aquela senhora disse.

Obrigada minhas Amigas.

6 comentários:

  1. Sem palavras, Susaninha... Disseste tudo.
    Beijo,
    TP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beijinhos TP. As amigas virtuais também são essenciais nisto tudo :)

      Eliminar
  2. talvez essa senhora tenha tido muitas desilusões com a amizade, e ficou amarga, fechando a porta a novas amizades...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, deve ter sido isso. Fiquei com pena. Se há coisa que não devemos fechar é o coração

      Eliminar
  3. Bom, mas tu tb tens amigas que são raras de encontrar, não que me esteja a queixar, que felizmente tenho amigas super valiosas, mas as tuas também são 5 estrelas.

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.