sábado, 19 de outubro de 2013

A receita rápida e pouco calórica que me deixou meia agoniada

Como sabem, sou muito permeável à palavra promoção.

Vai daí, resolvi comprar uma embalagem de salmão fumado que estava "muito em conta". Não gosto muito, mas o marido sim e acreditei que encontraria uma forma de o tornar comestível (aos olhos das minhas papilas gustativas).

Coincidentemente, uma colega falou-me numa receita  que faz parte (creio eu) da famosa dieta prescrita pela Ágata Roquette e me pareceu interessante.

Foi assim que, hoje ao jantar, resolvi fazer uma omolete com salmão fumado e  fatias de queijo (a minha colega fez com fiambre de aves).

A receita é rápida e, supostamente, pouco calórica. Admito que seja boa, para quem gostar de salmão fumado.

Eu não consegui apreciar e ainda estou agoniada.

Parece-me que há alguém que só volta a comer salmão fumado fora de casa.

4 comentários:

  1. umas tostinhas com salmão fumado e tomate ou alface...

    ResponderEliminar
  2. Oi, Susana!
    Aqui no Brasil, essa cultura de alimentar-se com peixe, existe mais no litoral.
    Vivo no interior, e a carne bovina, mais maléfica, impera.
    Produtos defumados são fortes para meu paladar, mas uma promoção é bem vinda...


    Um bom domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina, em Portugal comemos bastante peixa mas, decididamente, prefiro-o fresco.

      Quanto aos fumados, nada como um bom toucinho :) Salmão é que não eh,eh

      Desta vez deixei-me "enganar" pela prommoção.

      Bom domingo

      Eliminar
  3. Ora aí está uma coisa que não gosto mesmo nada.

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.