Como é que não hei-de ficar chanfrada?

Depois de um dia a estudar o acórdão do Tribunal Constitucional n.º 602/2013 (algo que se deseja a pouca gente, não pela fundamentação em si, pois até é clara, mas pelas questões futuras que levantará nas relações laborais), eis que dou por mim, às 05h00 da manhã, a ver o Canal Panda (enquanto fazia nebulizações à Leonor).


Já me vejo a entrar no hospício, num futuro que temo mais próximo do que o desejável.

Comentários

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama