terça-feira, 5 de novembro de 2013

Amizades no facebook e afins

Na semana passada recebi duas "queixas" de Amigas que diziam que até se esqueciam de me telefonar pois, ao ler o blogue, sentiam alguma proximidade e sabiam estar tudo bem comigo.

Esta será uma das desvantagens de alimentar um blogue pois, de certa forma e conttrariamente ao que parece, pode causar algum distanciamento das Amigas (de referir que no caso destas duas Amigas o distanciamente é meramente físico, pois estamos grudadas nos corações umas das outras.

O facto de escrever larachas e sobre situações engraçadas que me vão acontecendo não significa, necessariamente, que esteja tudo bem.

Isto porque as coisas que estão menos bem são, por variados motivos, para resolver no ombro e colo da família e Amigos físicos (ou virtuais, mas em conversas privadas).

Sou, como sabem, grande fã das redes sociais, que vejo como uma grande janela para o mundo e, sem dúvida, mudaram a forma de relacionamento entre as pessoas.

Só não acho que tenham mudado o conceito de Amizade e é por isso que quando nos perguntam, como ainda ontem me aconteceu, "és minha amiga no facebook?" temos de contextualizar a questão.

Ser "amiga no facebook" é diferente de ser Amiga. Os Amigos são aqueles que conseguem roubar 5 minutos, que sejam, do seu tempo para nos aturar as neuras e pancas ou acompanhar-nos a uma sessão de quimio.

Os "amigos do facebook" são aqueles que, como nós, fazem parte de uma imensa rede global na qual se vão partilhando ideias, textos, músicas, insultos (...) mas que não passam disso mesmo "amigos do facebook".

Obviamente que existem situações particulares, nas quais essas amizades virtuais passam para o campo físico e ainda bem, mas mal de quem só tem "amigos no facebook".

É por isso que tenho dificuldade em perceber os lamentos de quem se sente melindrado pelo facto de os quinhentos e tal "amigos do facebook" não comentarem os seus posts, achando que só adicionaram a pessoa para cuscar a sua vida.

Para já só cuscam aquilo que deixarmos, pois somos nós que definimos aquilo que queremos expor, depois não se pedem likes como prova de Amizade (ou algo estará muito mal).

Há que separar as águas, Amizade é Amizade; amizade no facebook é amizade no facebook (eventualmente o termo "amigo" terá sido mal escolhido pelos gestores desta rede social). Ou, como diz a minha mãezinha "roxo é roxo e lilás é lilás".

Há algum tempo que andava a pensar nisto e o post acabou por ser despoletado por um comentário da Orquídea Pires, com o qual me identifiquei bastante. Cá está ele, tal como havíamos falado :)


3 comentários:

  1. Eu uso muito o fb para falar com amigas-amigas, mesmo que também publique alguns estados, mas admito que várias das minhas pessoas leem o blog e depois quando conto as coisas pessoalmente me respondem: 'dahh, já sei! Já li no blog!' e eu fico com cara de parva!
    Quanto aos comentários no fb, vivo bem sem eles, mas porque prefiro os do blog ;)

    beijos

    ResponderEliminar
  2. Acho que todos os bloggers preferem os comentários no blogue :) beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.