terça-feira, 12 de novembro de 2013

Aventuras emocionantes

Num comentário ao post anterior, desejaram-me uma semana com aventuras emocionantes.
 
A expressão fez-me recuar uns bons vinte e cinco anos (glup, glup), até áquela fase em que vivia imensas aventuras deitada no sofá, a ler livros que, invariavelmente, metiam detectives e mistérios.
 
Um pedaço dessas recordações está hoje guardado numas prateleiras, colocadas a mais de um metro do solo, na esperança de que escapem às manápulas destruidoras das minhas crias e que um dia as pequenas venham a viajar tanto naquelas histórias como eu.
 
Isto porque a coisa mais emocionante que, efectivamente fiz na vida real foi andar de pónei na Feira de Março.
 
Nada comparável às peripécias da Patrícia, da Nancy, da Zé, das gémeas e respectivos amigos.
 
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.