terça-feira, 19 de novembro de 2013

Os 32 meses de uma segunda filha

(foto de Agosto)
 
 
A Tita fez ontem 32 meses e perguntam vocês "onde está a foto tirada no próprio dia, como costumavas fazer com a Leonor, Susana Alice?".
 
Eu respondo: "Está no mesmo sítio do livrinho com os apontamentos sobre as suas primeiras conquistas (andar, falar ...) e do album de baptizado.
 
E vocês perguntam "E onde é isso?".
 
Ao que eu, envergonhada, digo: "Só Deus é que sabe".
 
Esta encantadora menina que é, tão só, o SOL da minha vida "sofre" do mal de ser 2.ª filha.
 
Eu sei que terei alguma dificuldade em explicar-lhe que este "desleixo" da mãe não tem nada a ver com o Amor que sinto por ela, especialmente quando atravessar a fase parva da adolescência, mas sei que a seu tempo compreenderá (quanto mais não seja quando for mãe).
 
Até esse dia acho que vou ouvir muitas vezes a frase que aprendeu por estes dias, e repete à exaustão deixando-nos de sorriso na boca, "Eu não acredito mãe!".
 
 

1 comentário:

  1. está muito crescida e desenvolvida para a idade, este pequeno diabrete que enche a família de alegria!

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.