segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Sobre o novo livro do Hélder Reis e o Museu do Brincar

Ontem fui com as patroas ao Museu do Brincar, assistir ao lançamento do novo livro do Hélder Reis.



Comecemos pelo livro "Clara, a menina das cores" que está lindíssimo pois não só tem um  texto amoroso, como uma belas ilustrações do simpático Ruy Silva.

Os direitos de autor revertem para a Associação Protectora das Crianças, de Valadares, instituição da qual o Hélder Reis é padrinho. E foi bom rever o Hélder, percebendo que mantém a nobreza de princípios que tão bem conheci muitos anos antes de se tornar uma pessoa pública.

Ao apresentar o livro, que utiliza como uma forma de sensibilizar miúdos e graúdos para as graves carências vividas por instituições que acolhem  crianças em risco, o Hélder disse, com graça, que ninguém imagina os custos com pasta de dentes.

Foi uma imagem bem utilizada. De facto, contribuímos (quando podemos ou nos lembramos) com fraldas e papas, mas as necessidades vão muito além disso.

Seguiu-se uma encenação da história feita pela Cláudia Statmiller, que só conhecia de nome, e cujo trabalho fiquei a querer conhecer melhor.

A Cláudia criou uma interacção entre todos e babei-me (quase literalmente) quando vi a Tita, toda tesa e a pensar que é gente, a subir ao palco (a Leonor é mais vedeta e recusou o convite).

Para finalizar, o Museu do Brincar que é lindo de morrer. Para mim, que adoro brinquedos e palacetes, seria suficiente o facto de reunir as duas coisas num único espaço. Mas este museu vai além disse e convida os visitantes a brincar com as peças (o que, de resto, faz todo o sentido).

Hei-de voltar com tempo.

Para quem ficou curioso, é só ir até ao centro de Vagos (que fica ali coladinho a Ílhavo que, por sua vez fica coladinho a Aveiro.

Mais informação AQUI

1 comentário:

Obrigada por dar vida a este blog.