segunda-feira, 19 de maio de 2014

O mais belo e, simultaneamente, mais difícil

Há dias falava com uma Amiga que me dizia (referindo-se ao marido), "ele pensa que depois de uma discussão basta começar a falar normalmente, para que tudo fique bem, mas eu preciso de ouvir a palavra desculpa".


Fiquei a pensar nisto. Realmente, o mais belo no relacionamento interpessoal (seja ele amoroso ou não) é a diversidade de feitios.


Ninguém vê, ouve e sente da mesma forma.


Gerir, de forma equilibrada, essa diversidade é que é o cabo dos trabalhos. O meio termo é sempre difíicil de encontrar.


A minha Amiga devia conseguir entender (e aceitar) que o "voltar a falar normalmente" é a forma (desajeitada) de o marido de lhe pedir desculpa.


E o marido devia perceber que ela tem necessidade de ouvir a palavra desculpa.


Algum deles estará errado?


Penso que não. Haja sensibilidade, bom senso e tolerência. E viva, acima de tudo, o Amor.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.