segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Mortos com quotas pagas

Esta história de as listas do PS incluirem militantes já falecidos, mas com as quotas pagas (fenómeno que imagino não seja exclusivamente socialista) faz-me lembrae aquelas pessoas que têm medo que ninguém mande rezar missas pela sua alma e, à cautela, tratam elas próprias do assunto pagando logo uma catrefada delas. Se calhar é só mesmo uma questão de devoção. Ou talvez não. Seria também interessante fazer uma espécie de recenseamento e cruzar moradas de militantes. Certamente seríamos surpreendidos pela revelação da forma como, em algumas zonas, vivem em comunidade nos mesmos espaços.

2 comentários:

Obrigada por dar vida a este blog.