Do mordomo ao contabilista, passando pelo motorista

Longe vão os tempos em que a culpa era do mordomo. Parece que agora é do contabilista, já para não falar do motorista.


Para mim, e depois daquilo que ouvi ontem, a culpa será dos arquitectos da teia (grandes cabecinhas aquelas)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama