Longe levaremos Teu nome


De saber-Te rochedo

Vivemos sem medo

Por saber-Te nascente

Queremos ser foz

Tornar o Amor presente

Deixar-Te desaguar em nós

E longe levaremos Teu nome

Àqueles não o lembrem

Sentindo de Ti a fome
Aspirando sem saber a quem

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Obrigada autoestrada

Lanche partilhado

Onde está Deus nestas alturas?