segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Não foi mau. Foi pior.

A 1.ª manhã de escola de 2015 não foi má. Foi muito pior do que algum dia eu podia supor.


As cachopas começaram a guinchar e espernear assim que as acordei mas enquanto aTita se calou no momento em que a entreguei ao avô, a Leonor foi de rastos rua fora.


Foi uma cena deprimente, apesar de ter visto alguns sorrisos à nossa passagem (tal foi a minha figurinha).


Na escola teve de ser agarrada por uma auxiliar, para que eu conseguisse vir embora. A coisa foi ao ponto de a professora pensar que a gritaria era feita de uns dos meninos autistas.


Obviamente, fui trabalhar de rastos. Valeu o calorzinho que sentia no corpo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.