Redacção sobre o pai

Eu gosto muito do meu pai.

O meu pai é chato como poucos, pois poucos são aqueles que se dedicam tão intensamente à família.

O meu pai é rezingão, pois a preocupação não lhe cabe lá dentro.

O meu pai é uma seca, pois transborda rectidão de carácter.

Eu gosto muito do meu pai porque é chato, rezingão e uma seca.


Ass. Susana Neves

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um queixo suturado e um coração rachado

Hoje dei os meus impostos por bem empregues

Só Deus tem os que mais ama