Uma menina que diz a verdade

Sim, pai, eu porto-me mal. Porto-me mal, mas sou uma menina que diz a verdade!




NOTA: telefonema imaginário que a Tita fez ao pai, com o seu telemóvel de brincar

Comentários

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.

Mensagens populares deste blogue

Obrigada autoestrada

Lanche partilhado

Onde está Deus nestas alturas?