sábado, 29 de agosto de 2015

Caminho

Caminho sem perceber que o faço
Se vou sempre por ele
Ou por um qualquer descaminho


Caminho como respiro
Respiro como caminho
Sem pensar, só porque é assim


Caminho e nem questiono
Se é este o ar a respirar
Ou há outro que me deva inspirar


Caminho sei lá para onde
A toque do relógio
Que não me deixa parar, como queria



Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.