quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Eu gostava era de ser mosca

Se eu fosse uma mosca (como adorava ser), acompanhava a Leonor e ficava dentro da escola o dia todo.


Juro que não iria incomodar. Queria era ver a rotina de um dia de aulas, a forma como interage com professora e amigos, como consegue pegar no tabuleira à hora do almoço (na escola dos grandes), enfim tudinho.


Esta coisa de ter de a deixar à porta e não poder dar uma palavrinha à professora (como fazia com a educadora) é uma mudança muito grande aqui para a mamã.


E bombardear a cachopa com perguntas, às  quais responde com meias palavras (isto quando responde) é algo que sei ser contraproducente e sei terei de controlar.


Será pedir muito, transformar-me em mosca. Só por um dia?

1 comentário:

  1. Ola, Susana! Já acompanho seu blog há tempos. Gosto muito pelo seu humor, pela sua forma de escrever, inteligente e despretensiosa. Também sou mãe e num e-group entre amigas recebi este link: http://m.huffpost.com/br/entry/6082524
    Quem sabe não rende mais informação? Beijinhos. Carolina

    ResponderEliminar

Obrigada por dar vida a este blog.