sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Eu EXISTO em todo o lado!

As manhãs lá de casa têm sido horríveis, com a Tita hiper irritada, a berrar como um porco na matança.

Hoje, já no carro, começou a gritar só porque a irmã olhou para ela.

Desesperada, pedi à Leonor que não olhasse nem falasse para a irmã e até esquecesse (por um bocado) a existência dela, o que resumi num "pelo Amor de Deus, esquece que a tua irmã existe!"

Ofendida, a Tita lembrou-me "Existo sim. Eu EXISTO em todo o lado!".  A lembrança não era necessária, de tão evidente. Mas a forma utilizada para o efeito teve o condão de me fazer sorrir.

Resta dizer que esta miúda temperamental, apesar de me fazer a vida num inferno logo de manhã cedo, não é capaz (por muito zangada que esteja) de se ir embora para a escola sem de me dar um grande beijo o que significa que todo o stress matinal se esvai naquela despedida sentida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.