terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Coisas difíceis de recuperar

Há uns anos, não interessa a que propósito, tive uma longa conversa com uma menina sobre a facilidade em perder a confiança de alguém e a dificuldade de a recuperar. Usei, como exemplo básico, a história do Pedro e o Lobo que o meu professor primário estava sempre a relembrar, tal como eu faço com as minhas filhas.


Contrariando muitas expectativas, ao crescer, essa menina tornou-se uma mulher cheia de garra, que eu admiro muito e na qual confio.


Admiro, acima de tudo, a forma como lutou para recuperar a tal confiança perdida.


Para além da confiança, há outra coisa difícil de recuperar - o respeito que deve ser a base de qualquer relação.


A partir do momento que este falta, tudo está perdido. A diferença (em relação à confiança) é que demora mais a ser perdido o que vai acontecendo com o desgaste, muitas vezes de anos. Nunca o perdi por ninguém, mas temo que demore ainda mais a ser recuperado do que a confiança de que falava há pouco e exija forças nem sempre suficientes.







Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada por dar vida a este blog.